terça-feira, 15 de abril de 2014

Quem vencer o leilão da minha bunda vai phoder.... 3ª parte



Quem fizer o melhor lance no leilão de minha bunda também vai ganhar um A2M (ass to mouth): o cliente enfia o pau um pouquinho no meu cuzinho e aí tira e coloca na minha boquinha, eu chupo um pouquinho e aí volta para o meu cuzinho e porr aí vai. Quem vencer o leilão por minha bunda vai poder se divertir assim, até cansar.




Com uma cadeira giratória fica mais fácil me colocar virada de rosto ou virada de bunda para o pau do cliente, conforme for a vez do que. Também não é para ficar muito tempo em um lugar só: o cliente enfia o pau na minha boca e depois ele me roda e enfia a cabecinha no meu cuzinho até eu começar a gemer e aí tira de meu cuzinho e enfia na minha boquinha e assim segue. O pau sai de minha boca bem molhadinho, o que facilita na hora de me enfiar no meu cuzinho.

 
 
 
Também vou aproveitar para dar UMA alegria para o meu marido: ele vai poder beijar minha boca enquanto o cliente estiver comendo meu cuzinho.  Aliás, um detalhe: só o meu marido pode me beijar na boca, o cliente não tem este direito de forma alguma. O meu marido adora ver a carinha que faço e também me beijar na boca enquanto estou dando a bunda para outro homem. Ele curte o jeito em que beijo e ao mesmo tempo dou uns gemidinhos por estar com o pau de outro homem enfiado no meu cuzinho. Eu também adoro fazer isto; muitas mulheres não saibam o quanto é gostoso beijar o marido na boca enquanto a gente é enrabada por outro homem.  
 
 
 
 
 
Mas não vou deixar o meu marido ficar só na alegria e conforto enquanto eu dou duro para ganhar um dinheirinho, o meu marido também vai ter que me ajudar, incentivar e reconhecer a minha dedicação profissional à esta minha nova profissão de puta.
 
Então, além de me beijar na boca enquanto o cliente estiver comendo a minha bunda, ele também vai ter que ficar lambendo e enfiando a língua em meu cuzinho enquanto eu estiver chupando o pau do cliente. Eu estarei sempre ou com o pau do cliente no cuzinho e a língua de meu marido na minha boca ou com a pau do cliente na minha boca e a língua de meu marido em meu cuzinho. Vai ficar sempre bem animado !
 
 
 
 
Quando estiver lambendo o meu cuzinho o meu marido vai me ajudar a exercer meu trabalho de putinha de sexo anal deixando meu cuzinho mais lubrificado para ser penetrado pelo pau do cliente. O meu marido vai lamber o meu cuzinho sabendo que isto vai facilitar que sua mulherzinha seja bem enrabada pelo cliente logo depois.
 
 
 
 
 
Quando estiver lambendo o meu cuzinho o meu marido vai me incentivar a exercer meu trabalho de putinha, por que  isto vai me deixar com mais tesão e eu vou chupar o pau do cliente com mais paixão. O meu marido sabe que enfiar sua língua no meu cuzinho faz com que a língua de  sua mulherzinha capriche mais no pau do cliente. Aliás toda mulher sabe que faz um boquete melhor em outro homem quando seu marido está com a língua no cuzinho dela.
  



E, finalmente, quando estiver lambendo o meu cuzinho o meu marido também vai poder reconhecer  o meu esforço como putinha especializada em sexo anal, por que vai perceber com a própria língua como meu cuzinho está ficando cada vez mais arrombadinho, a cada rodada do A2M, a cada vez que o cliente me come.  Meu marido vai ficar orgulhoso de ver como sua mulherzinha é uma profissioanal dedicada !



 

domingo, 23 de março de 2014

Estarei em São Paulo no próximo fim de semana


Estarei em São Paulo, dia 28/03, sexta, na boate Ápice, http://www.apiceclub.com.br/swing , no dia 29, sábado, na boate Vogue, http://www.vogueclub.com.br/ e na terça-feira, 01/04, no Inner, http://www.innerclub.com.br/

Se você quer me conhecer, esta é a melhor chance. O meu marido ainda quer leiloar minha bunda, mas aí vai ficar bem mais caro e na boate você pode me comer a bundinha de graça.


 
 
Essas fotos foram tiradas já algum tempo por um admirador que conquistei em uma viagem a trabalho. Ele queria que eu fizesse sexo anal em pé na varanda do hotel, olhando a vista. Eu concordei desde que pudesse ficar pelo menos de camiseta e que meu marido também estivesse de acordo.
 
Então, liguei para o meu marido e perguntei o que ele achava de deixar um cara comer meu cuzinho na varanda. Ele teve que pensar um pouco, afinal não é fácil aceitar que sua esposa seja enrabada por outro homem numa varanda de hotel, quando não se está presente para também ver a paisagem, mas terminou concordando. Ele só pediu que meu colega tirasse algumas fotos, que são essas aqui,  para depois ver a roupinha que eu estava usando.
 
 
 
Por causa deste lance, o meu marido passou a ter a tara de tirar fotos de mim peladinha na varanda de qualquer hotel ou motel que formos.
 
 
Mas a experiência é legal: é bem divertido dar a bunda na varanda de um hotel, é como se fosse ao ar livre, só não dá para gritar.
 
 
 
 
 
 
Mas voltando ao próximo fim de semana: quem me reconhecer na boate através de minha bunda, vai ganhar um presente especial. Isto mesmo, adivinhou !
 


terça-feira, 18 de março de 2014

Se alguem tiver interesse...


Na próxima quinta-feira, 20 de março, estarei na Boate Vogue Rio na Noite Quinta Provocante.

Se algum solteirinho tiver interesse em me conferir ao vivo....





domingo, 16 de março de 2014

Quem vencer o leilão da minha bunda vai phoder.... 2ª parte


A primeira grande alegria que darei para quem vencer o leilão da minha bunda vai ser deixar meu cuzinho bem abertinho para ele ver. Vou colocar a calcinha de lado e abrir a minha bunda para apresentar o meu cuzinho, que ele vai phoder usar e abusar.

O vencedor deve colocar aí o dinheiro, só em espécie, nada de cheque ou cartão, correspondente ao lance que fez. É importante que fique claro que ele vai comer a minha bunda por que fez o melhor lance e não por amor: serei uma profissional, nada de romance, vou dar minha bunda por grana e não por curtição, foi ideia de meu próprio marido.


 
 
Minha bunda é grande e firme: vou deixar as notas presas na minha bunda e dar uma voltinha assim só para mostrar como sou poderosa. Quero que meu marido veja que a bunda de sua mulherzinha  está recheada com o dinheiro do homem que vai comê-la.
 

 
 
 
Depois vou guardar as notas e me preparar para o desfile. Costumo desfilar nuazinha ou de fio dental...
 

 
 
...mas dessa vez, para o vencedor do leilão, quero fazer algo mais emocionante: Vou pedir para ele enfiar um consolo em meu cuzinho, um plug anal, e vou desfilar pelo quarto para ele nua, de salto alto e usando um plug anal. Que tal ?


 
 
Meu marido, que curte me ver nua na frente de outros homens é que vai adorar me ver desfilar usando um plug anal. Que marido não curte ver sua esposa desfilando nuazinha com um consolo enfiado no cuzinho para provocar o homem que vai comer a bunda dela ?
 
A propósito, nessas fotos, não estou usando um consolo no cuzinho, mas sei brincar disto muito bem.
 
 
 
 
Vou fazer um desfile bem completo, sempre de salto alto e usando o plug anal: vou ficar empinando a bunda e me esfregando no cliente para fazer o consolo entrar um pouquinho mais no meu rabo. Também vou ficar de andando de quatro nuazinha, com um consolo enfiado no cuzinho, desfilando como se fosse uma cadelinha. Meu marido vai ficar orgulhoso de me ver assim.
 
 
 


Também não vou perder a chance de ficar nuazinha e usando o plug anal  na varanda ou na janela do motel, principalmente se der para a rua. Isto me dá muito tesão, saber que se alguém pode passar e me ver....



Outra coisa que gosto muito de brincar é de ficar falando sacanagem enquanto o cliente enfia dois dedos no meu cuzinho. Pode ser de pé ou posso me sentar no colo do cliente. Aí eu arrebito bem a minha bunda para ele me enfiar um e depois dois dedos. Então o cliente pode me mandar falar o que quiser, qualquer sacanagem, que eu obedeço, que mulher deixa de obedecer quando está com dois dedinhos no cu ?


 
 
O vencedor do leilão vai poder me fazer falar qualquer coisa, por mais indecente que seja, que eu digo, tipo:
 
"Enche minha boquinha com sua porra, que eu quero engolir depois."
 
 "Vou votar no Garotinho..."
 
"Enfia seu pau todinho no meu cu e mexe bem para eu ficar bem  arrombadinha para mostrar para o meu marido..."
 
 
 


 


terça-feira, 11 de março de 2014

Quem vencer o leilão pela minha bunda vai phoder !


Gosto de levar palmadas na bunda como qualquer mulher normal. E como já contei na postagem anterior, quem fizer o melhor lance pela minha bunda vai poder me dar as palmadas que tenho direito. Olha só como fico bem na minha pose de "me bate gostoso que eu mereço porque sou muito vadia...."

 
 
Levar umas palmadas também vai ser uma maneira de ter minha vingancinha de meu marido para compensar por ele querer me tornar uma puta profissional (amadora já sou há muito tempo....). É que meu marido não gosta de me ver arrebitando a bunda para levar palmadas de outro homem, só dele. Não entendo o que tem de mais em ver outro homem dar uns tapas na bunda de sua mulher ! Acho que meu marido é muito machista.
 
 
 
O meu marido deve ser castigado por me mandar leiloar minha bunda e então merece me ouvir gemendo: "Ai, amor estou apanhando porque sou uma puta, tudo bem ?" Quero ver ele ficar assistindo a mulherzinha de quatro sendo surrada por outro homem e gostando. Ele vai se arrepender de ter me leiloado.
 
Mas que eu mereço levar umas palmadas, isto eu mereço sim, minha mãe sempre diz isto.
Não mereço ?
 
 
 
Tem outras coisas que quero fazer para me vingar de meu marido. Uma delas, por exemplo, é quando chegarmos na garagem do motel junto com o vencedor do leilão, já vou sair do carro de salto alto e de fio dental e top less. Quando meu marido e eu éramos namorados, eu tinha o costume de fazer isto. Assim que eu o carro parava na garagem do motel, eu tirava toda a roupa e ia para a porta da garagem nuazinha ou só de calcinha fio dental. As vezes, eu dava até uma voltinha na rua do motel, rapidinho, e voltava para a porta da garagem e ficava lá me exibindo com a bunda e os seios de fora.
 
 
 
 
Meu marido ficava dentro da garagem só apreciando a cena. Aí eu perguntava para ele: "Amor, antes de fechar a porta da garagem deixo passar quantos carros ? Quantos motoristas vão me ver assim nuazinha fazendo ponto aqui na porta ? Aí meu marido dizia sempre algo entre 2 ou 5.
 
Esta brincadeira me dava um super tesão, adoro mostrar minha bunda em público para desconhecidos, eu fazia até poses.
 
 
 
 
Vou repetir esta brincadeira, mas o vencedor do leilão é quem vai dizer para quantos carros a putinha que ele contratou vai ter que mostrar a bunda. Isto vai deixar meu marido morto de ciúmes, ver que sua esposinha está se exibindo quase nua para outros homens só para divertir o cliente que irá me comer.  Mas no fundo não tem nada demais: quando vou a praia da Reserva, fico de topless e voltei a usar biquínis como este aqui, quem está por perto pode apreciar de graça.
 
 



 

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Discutindo a relação com meu marido


Como contei, apesar de já ter concordado com o leilão de minha bunda, ainda não me sinto muito segura a respeito. Em toda a minha vida, as únicas vezes que dei por dinheiro, uma foi no Carnaval, mas aí não vale, era uma espécie de fantasia, uma brincadeira, afinal era Carnaval e outra foi quando fiz um episódio de um site pornô, mas esta também não conta, por que quem deu a bunda foi minha personagem e não eu, é preciso separar a atriz (pessoa) da meretriz (personagem), quem me explicou isto foi o próprio diretor.

Também muitas vezes já fingi ser uma puta a procura de clientes, sem ir até o final do negócio, mas só para provocar, quando chega a hora de fechar negócio eu dou para trás, mas não literalmente. Mas puta só vira puta quando recebe o michê e não antes. Já brinquei disto em Copacabana, há vários anos, nos tempos da Help, e também em outros calçadões, como contei em posts anteriores.

E também já concordei em ser uma escrava, mas como não estava ganhando nada com isto, a qualquer momento eu podia parar a brincadeira.




Então acho que idéia de meu marido de leiloar minha bunda era uma espécie de vingança por todas as vezes em que fingi ser uma puta na frente dele em público, toda vez que eu disse para ele:"Amor, olha só como todo mundo está vendo que sua mulherzinha é uma putinha..." só para sacanear. Aí achei melhor discutir a nossa relação e uma amiga me emprestou o chalé dela lá em Araras, para meu marido e eu conversarmos um pouco.

Também fiz questão que ele tirasse umas fotos bem caprichadas para que ele mesmo prestasse atenção no material que ia ser leiloado. Já não sou mais uma garotinha, mas sei que muito rapazinho iria adorar chegar por trás de mim e me fazer gemer.

 
Já fiz muito ménage e muita sacanagem, mas oferecer minha bunda para quem pagar mais é uma coisa que nunca pensei em fazer, e, como já falei, minha decisão final ainda vai depender do que minha mãe vai dizer sobre esta história. Vou conversar com ela sobre o assunto e só vou aceitar ser enrabada por dinheiro se tiver a aprovação e benção dela.
 
Minha mãe, apesar da idade, é uma pessoa muito moderna, mas atualmente anda muito religiosa. Não sei o que ela vai dizer de eu me tornar uma puta, afinal quem dá por dinheiro é puta, não tem outro nome. Tem a filha da puta e eu vou ser a puta da filha, quero ver o que minha mãe vai achar disto.
 
 
 
Mas o que mas me espantou nesta história  foi que idéia veio de meu próprio marido: como é que ele pode aceitar que sua mulherzinha fique de quatro com a bunda arrebitada para fazer a alegria de outro homem, só para ganhar uns trocados ?  Só pode ser por algum tipo de vingança e isto não é legal.
 
 Uma coisa é fazer ménage em uma boate de swing, outra é ser paga para ficar ajoelhada quietinha tomando no cuzinho. Ser leiloada como se fosse uma mercadoria é muito humilhante acho que o meu marido quer mesmo é me humilhar, mas já sei como vou fazer este jogo.
 
 
 
 
Só aceito o leilão com três condições: a primeira é que, além do aspecto financeiro, também será avaliada a aparência de quem estiver fazendo o lance através de foto - não precisa ser pelado, mas tem que ser atual e ele deve também contar porque quer me contratar.
 
 A segunda condição é que o ganhador do leilão terá direito a se divertir com minha bunda - poderá fazer o que quiser - e com minha boca também, porém mais nada além disto. Qualquer coisa extra cabe a mim decidir se vai rolar ou não. Por exemplo, se ele encher minha boca de porra, cabe a mim e somente a mim decidir se engulo, cuspo ou deixo na boca mesmo. Então o ganhador poderá se servir de minha boquinha e de meu cuzinho a vontade, mas nada a mais, a menos que eu queira.
 

 
 
A terceira condição tem a ver com o meu marido. Imagina se o vencedor do leilão tiver um pau imenso ? !   Não é justo que meu marido fique tranquilamente apreciando sua mulherzinha gemer  enquanto meu cuzinho é arrombado, sem me ajudar em nada. Então combinei que ele ficaria responsável por abrir meu cuzinho para o feliz vencedor do leilão poder me comer sem me machucar. Não que eu seja fresquinha, mas é melhor quando meu maridinho abre bem meu cuzinho me oferecendo para o macho. Pelo menos no início, depois fica mais fácil.
 
Outra coisa que meu marido terá que fazer vai ser lamber meu cuzinho para lubrificá-lo toda vez que houver uma chance, por exemplo quando eu estiver chupando o pau do vencedor do leilão. Então combinei com meu marido que ele irá colocar sua língua no meu cuzinho para deixá-lo molhadinho e assim facilitar que o pau do macho deslize gostoso para dentro do cuzinho de sua mulherzinha.
 


Vai ser legal ficar de quatro chupando o vencedor do leilão enquanto o meu marido enfia a língua no meu cuzinho sabendo que assim vai ficar mais fácil o macho enrabar sua mulherzinha até o fundo.

Acho que todo marido deveria ajudar a deixar o cuzinho de sua esposa prontinho para ser comido por outro homem, é uma questão de cavalheirismo.


 
 
Outra coisa que o vencedor do leilão poderá fazer será me dar palmadas na bunda. Ele terá este direito porque está pagando por isto, e eu tenho mais é arrebitar a bunda e aguentar a surra sem reclamar. Mas isto não vai ser difícil, porque estou acostumada a apanhar e até gosto.
 
Costumo até fazer um charminho e dizer: "Me bate gostoso que eu mereço porque sou uma vagabunda..."
 



sábado, 8 de fevereiro de 2014

Porque meu marido quer leiloar minha bundinha !


Me deixar de castigo nua na varanda do quarto de hotel foi o jeito que meu marido encontrou de me fazer aceitar que minha bunda fosse colocada em leilão. Mas ainda não estou concordando com isto totalmente, acho que também tenho direitos.

Mas depois de pensar um pouco, entendi as motivações de meu marido. No fundo é uma espécie de vingança: ao leiloar minha bunda meu marido está se vingando de todas as vezes que fiz ele assistir eu ficar bancando ser uma garota de programa procurando clientes em algum lugar público, para puní-lo por ter feito alguma coisa que eu não gostei.

 
 
Essas fotos, por exemplo, foram tiradas em um conhecido "putódromo" em uma cidade na Região dos Lagos. É um trecho de um calçadão em que as garotas, logo que escurece, ficam se exibindo aguardando clientes. As vezes eu ficava um tempo neste lugar, me oferecendo para possíveis clientes assim como fazem as profissionais, para punir meu marido por alguma coisa.
 
No dia em que tirei essas fotos cheguei um pouco mais cedo para que ainda tivesse alguma claridade. e o meu marido além de assistir ainda pudesse fotografar sua esposa agindo como putinha de calçadão. Mesmo cedo, já  tinha uma garota trabalhando, mas ela estava mais afastada e meu marido ficou do outro lado da rua, discretamente.  Esta não foi a única vez que "trabalhei" naquele ponto, mas acho que foi a única em que tiramos algumas fotos, nunca fizemos isto em Copacabana.
 

 
 
O negócio funciona assim: em um trecho do calçadão, as garotas, em geral sozinhas mas as vezes em duplas, ficam esperando os possíveis clientes passarem de carro, devagar. Quando os clientes estão passando elas aí mostram o que tem de melhor para mostrar. No meu caso, advinhem o que escolhi para mostrar !
 
Era só ficar de costas e levantar o vestidinho/camiseta que eu estava usando, mostrando minha bunda para ver se o cliente estaria interessado em me comer. O meu marido ficava a distancia assistindo a cena, meio zangado.
 
 
 
 
Adoro brincar de putinha, mas meu marido não gosta muito que eu faça essas coisas, por isto que só faço isto quando ele está me devendo por alguma coisa.
 
Mas a verdade é que só faço exibicionismo. Na hora que um cliente para e pergunta o preço, digo um valor super alto, bem fora do mercado. Aí eles vão embora e procuram a garota seguinte. Então eu termino ajudando as outras garotas e conseguir clientes.
 
 
 
 
Mesmo que não seja para valer, sei que meu marido fica nervoso toda vez que eu levanto o vestidinho, viro de costas e faço uma pose arrebitando a bundinha para algum cliente que está passando.
 
Até entendo que meu marido não goste muito que eu faça esta brincadeira. Primeiro por que ele tem que ficar a distância, depois que marido que vai aceitar tranquilamente que sua esposa fique oferecendo a bunda na rua ?

 
A primeira vez que castiguei meu marido desse jeito foi no calçadão da Help, há muitos anos, como contei. Quando fui usar o mesmo shortinho que tinha usado naquela vez novamente numa boate de swing em São Paulo, isto fez que meu marido se lembrasse e foi isto que o levou a ter a idéia de colocar minha bunda em leilão.
 
 
No fundo, o meu marido quer leiloar minha bunda por pura vingança ! Quem fizer a melhor oferta, come minha bunda e ele quer me ver ser enrabada  por dinheiro, como se eu fosse uma puta de verdade !